Não Force a Barra, Sem Joguinhos, Por Favor!


Eu já estou há tempos para escrever sobre o canal da Julia, JoutJout Prazer. E, hoje pela manhã apareceu um vídeo para eu assistir, depois de um tempo (porque a pisciana é lerda) que eu percebi que era um vídeo antigo. Mas, enfim, é um ótimo vídeo. 

O vídeo basicamente ensina como não fazer joguinho, o que é uma coisa que eu detesto e que eu já sofri muito por causa disso. Sofri porque eu sou direta. Quero, vou lá e faço. Sem mimi, sem apego, sem vergonha nem nada. E, percebi que perdi "muito boys" por isso, por ser "fácil" (?), mas, cara, pra quê? Quem é que gosta de ficar se fazendo de "não sei se quero"? Pelo visto muitas pessoas na face da terra gostam de fazer isso.

Vídeo:

(Eu realmente não entendo as pessoas que fazem isso)



Isso me causa uma tristeza, sabe? Dia internacional da mulher, dia de nossos direitos e ainda em 2017 sofrendo porque não fizemos joguinhos o suficiente? Ah, para né!!! Bem menos!

Outra coisa, se você, mocinha ou mocinho, se sente um merda porque não consegue lidar com pessoas que fazem joguinhos pra tudo na vida e acham que tem o valor de um diamante quando na verdade são um pedacinho de coco com moscas, não se sinta mal, entendeu? Tá bem? Então tá bem!!!




Ou, você que tem que lidar com um namorado(a) difícil, que se esforça pra não brigar, mas ele(a) vivem fazendo o maldito draminha manipulador ou o ciuminho do capeta, não se sinta mal consigo mesmo, deixa a vida levar, esquece, da um tempo, não acho que isso seja joguinho, mas um tempo para você não surtar


Agora, o mais importante! 
Para de apurrinhar os outros gente! E também, entende o lance da TPM, não é fingimento coisíssima nenhuma ok? São hormônios e a gente se sente bem coco nesses momentos! Precisamos ser respeitadas nesse momento bem difícil que o nosso corpo entende que não houve e que talvez não haja fecundação e nosso útero tenta nos matar por dentro em alguns momentos. (Era isso que eu pensava entes de me doutrinar, o lance da raiva do útero e tal, mas não deixa de ser engraçado igual)



Nosso útero é nosso amigo e nós temos que amar ele, certo? Precisamos pensar bem o que vamos colocar pertinho demais dele, o que vamos deixar passar pelo nosso canal vaginal, quem poderá tocá-lo é bem importante que seja selecionado e avaliado antes. Sexo casual é ótimo e eu não estou criticando ninguém não, viu? Só acho que as vezes uma embalagem bonita esconde umas coisas bem tenebrosas que podem não te fazer bem.

Seja, acima de tudo, sua/seu amiga(o). Isso é muuuito importante. 


Espero que gostem desse post feito as pressas, que fala de amor próprio, liberdade, auto cuidado e respeito.


8 comentários:

  1. Na verdade o joguinho nada mais é do que flertar, eu amava joguinho, confesso. E digo "amava" por que agora sou casada, joguinho só com meu marido atualmente, kkkkk. A pessoa que gosta de joguinho tem que saber identificar aquela que não gosta de joguinho pra poder agir de maneira diferente, e esse tipo de coisa tem que ser lido entrelinhas.
    Amei quando a Jout Jout disse no vídeo que tem gente que não assiste o vídeo, mas só ouve, por que era exatamente o que eu estava fazendo. Só ouvindo, kkk.
    Também acho que quem não faz joguinhos não deve se sentir mal. Acho que isso as vezes é questão de personalidade, jeito de ser ou preferência.
    Gostei do seu blog. Já estou seguindo pra não perder as próximas atualizações.
    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br ~Neste mês tem post todo dia no Blog~
    Participe do Concurso e Concorra a um Mídia Kit

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mas acho que é diferente de flertar. Eu flerto o tempo todo, mesmo tendo namorado, flertar é saudável quando se sabe o limite. No meu caso, fica só na brincadeira e nas intenções no ar, tipo, estamos vivos sabe? Não deixo de amar meu namorado por isso, ele sabe bem e acha tudo ok. Mas, a questão é que as vezes as pessoas fazem vc perder tempo se fazendo de que não querem nada, quando vc está livre e solta pra fazer qualquer coisa num horário bem anormal! Mas, enfim, não sou contra quem flerta, mas quem é pau no cu e não sabe o que quer. Obrigada, fico feliz por ter gostado!!! <3

      Excluir
  2. Nunca tive paciência para joguinhos de chantagem emocional, parece coisa de criança e eu já desisto da pessoa e ela fizer isso.
    Também detesto ciúmes, apesar de sentir, porém tento ao máximo não demonstrar.

    Sou bastante exigente com quem vou beijar e transar huahua quando fiquei solteira novamente, prometi a mim mesma que não perderia meu tempo com pessoas meio bostas, só sairia com pessoas incríveis, e isso tem acontecido <3.

    bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahah sim, pessoas tem que serem incríveis para que assim possamos nos relacionar a altura u.u

      Excluir
  3. Amei esse post e tinha uma época em que muita gente fazia esses joguinhos para mostrar ser difícil... Quem foi que inventou isso né? Perda de tempo!
    Não gosto quando a pessoa não é clara com seus objetivos, uma hora demonstra que quer, outra hora não quer nada, já caí nesses joguinhos ridículos, homens também fazem isso, hoje não tenho paciência mais.

    Universo Prático Feminino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem eu! Gente, fui numa festa e meu (ex, agora) namorado na época (isso foi dia 10) fez cena, fez drama, fez tudo, foi bem chato. terminamos por diversos motivos, ainda to na bad.

      Excluir
  4. Super concordo com tudo, ainda não conheço o canal dela, mas já vou procurar conhecer.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.