Resenha: Mentira Perfeita - Carina Rissi


Conforme prometido por posts e através do desafio literário do Interative-se (aqui) o livro de fevereiro deveria falar sobre festas, já que é o mês do carnaval. Escolhi Mentira Perfeita por dois motivos, além do óbvio (festas): eu já queria muito ler, estava na minha lista de desejados do skoob e por ser um Spin-off de Procura-se um marido (resenha) da Carina Rissi, que eu sou apaixonada! 
Queria dividir com vocês que estou de coração partido por trocar o meu No Mundo da Luna no skoob, apesar de não ser meu livro favorito e eu ter criticado bastante na resenha ainda tem um valor sentimental envolvido! Mas, não sei se realmente vou aceitar a troca, motivos pessoais.
Enfim, é preciso abrir espaço na estante para novos amiguinhos literários!

Informações:

(Skoob)
Ano: 2016
Páginas: 462
Editora: Verus
Avaliação:★★★★★
Sinopse Skoob: Com Mentira Perfeita, Carina Rissi prova mais uma vez que o seu forte é contar boas histórias, com ritmo acelerado e repletas de paixão, humor e reviravoltas. Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a mulher teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. Júlia faria qualquer coisa qualquer coisa mesmo! por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre... E então o milagre acontece: Berenice se recupera e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil? É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente... Mentira Perfeita é um spin-off de Procura-se Um Marido, uma história que se passa no mesmo universo da primeira. Aqui você vai conhecer novos personagens inesquecíveis, além de rever aqueles que já moram no seu coração.
Resenha:

Estava Júlia lá no seu lugar, cuidando da tia Berenice como sempre fazia, estava tudo certo, tudo ok. Até que ela eve um troço e foi para o hospital, seu coração não aguentaria mais um colapso, foi o que o Dr. Victor disse. Ela deveria evitar fortes emoções. Ainda na cama de hospital Berenice falou que queria que a sobrinha tivesse um namorado, que ela deveria viver e que estava passando muito tempo cuidado dela e se esquecendo de si. Foi quando Dênis, seu melhor amigo teve a brilhante ideia de dizer para Berenice que Júlia tinha mesmo um namorado, mas que não queria contar porque não era nada certo. Tia Bêre surtou, ficou toda animada, Júlia entrou na mentira e ainda em pânico afirmou que o rapaz "havia tocado naquele assunto" (casamento).

Até então estava tudo ok, ela só precisaria fingir que haviam terminado e a tia não iria nem pensar que era uma mentira. Só que a tia Bêre, como nada boba que era, queria conhecer o rapaz, e ainda perguntou "você não está mentindo para mim, não é Juju?" (ou algo assim). Só que Júlia não queria perder a tia de jeito nenhum, então persistiu na mentira. Ela que não saia com ninguém há tanto tempo deveria achar alguém urgente para fingir ser seu namorado. Ela trabalhava na L&L (empresa da Alicia, de Procura-se um marido), no setor de T.I, estavam programando o lançamento do site, até que Amaya, sua amiga que também trabalhava na L&L pediu para ela levar uma papelada para Alicia assinar na fundação, pois ela só confiava nela. Ok, Júlia foi, e foi lá também que conheceu Marcus Cassani, quem ela tanto ouviu falar por ser "um mulherengo e irritante, mas, gente boa". Moreno, olhar penetrante, e profundamente irritado por um bug num programa do computador da fundação. Alicia assinou os papéis e Júlia resolveu ajudar com o programa, queria dar um "chega pra lá" em Marcus para poder ficar de frente pro computador, até que percebeu que ele era cadeirante. Aquilo não a abalou, mas sim o fato de sua presença lhe causar um formigamento estranho.

Certo, aquilo foi estranho, ela pensou, mas tinha mais coisas a pensar do que em um cara qualquer. Marcus, por outro lado também estava com seu dilema. Queria sair da casa do irmão e ter seu próprio canto. Só que os pais não queriam, por diversos motivos, e fizeram ele prometer que teria um cuidador ou alguém por ali perto para ajudar caso ele precisasse, o que lhe deixou com muita raiva. Foi quando num bar, os dois acabaram se encontrando casualmente por causa do grupo da L&L. Julia contou sobre a encrenca que havia se metido, o que deixou todos bem preocupados. Ela só não esperava que Marcus fosse se oferecer para ser esse "namorado de mentira" que Júlia precisava, em troca ela precisaria ser a cuidadora de Marcus para os dias que os pais dele estivessem na cidade.

Ela pensou e acabou aceitando quando se deu conta que havia nomeado o suposto namorado para tia Berenice como "Marcus". E agora ela tinha outro dilema, fazer a tia acreditar no namorado e depois no término, para poder cancelar o contrato da festa de casamento exorbitante que a tia havia feito ao saber que o suposto namorado estava pensando em pedi-la em casamento. Haveria uma festa carérrima com o dinheiro das economias de sua tia, e o noivo nem era real, e ela muito menos queria uma carruagem de princesa e pombos voando ao saírem da igreja!

Estava tudo certo, eles iriam fingir estarem apaixonados, depois fingiriam terminar e assim, poder cancelar o contrato da festa que a tia havia feito e somente ela poderia desfazer. Os dois só não esperavam se apaixonar de verdade naquele relacionamento de mentira. Eles acabaram se envolvendo para "se conhecer melhor e mentir melhor" (nem eu acreditei nisso). Júlia que é uma pessoa com intolerância a rejeição aos poucos foi se abrindo e perdendo seu medo, Marcus que achava que Júlia estava com ele por causa de sua "condição de cuidado". Os dois achando que não haviam sentimentos recíprocos envolvidos. Diversos problemas foram aparecendo no caminho como, uma sabotagem no site, Max descobrindo a mentira, mulheres bonitas se jogando para Marcus (deixando Júlia mal), agressões no cinema, polícia, um quase afogamento, más notícias médicas, outro piri-paque da tia Berenice, e por aí vai. Mas, quando tudo poderia dar errado e estava dando, eles perceberam que só eram certos um com o outro, cada um com a sua limitação,mas no final os dois eram inteiros juntos!

Considerações:

Eu perdi a conta de quantas vezes fiquei sem ar lendo esse livro. Acho que deveria haver uma continuação sim e não importa se é um spin-off. Amei cada expressão de Marcus, de Júlia, do final feliz da tia Berenice. Saboreei cada frase, cada capítulo alternado entre Júlia e Marcus. Os seus sonhos e seus hábitos tão belamente trabalhados pela Carina. Eu realmente fiquei animada com o desejo de Marcus por Júlia e morri rindo das palhaçadas dos dois e as piadas mal feitas para irritar. Marcus as vezes parecia um garotinho de 7 anos.

No mais, recomendo. Não tenho palavras para descrever o quanto amei esse livro, é uma história fascinante sobre o amor, sonhos e limitações. Também fica bem explicito que cadeirantes também tem vida sexual, também amam, vivem e fazem as coisas como pessoas normais, só com algumas modificações. E acho assim, que o amor anda muito comercial, as pessoas vendem um rótulo bonito. Então devemos parar de avaliar rótulos e perceber o verdadeiro conteúdo.

Beijos luminosos para todas(os), espero que tenham gostado e em breve tem mais resenhas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.