Reformando e Redecorando com Pouco Dinheiro


Eu deveria estar escrevendo uma resenha, mas não tenho conseguido escrever sobre o que eu leio, espero que passe logo esse bug de fevereiro que sexta-feira começa meu inferno astral de fato, e não sei lidar com isso.

Bem, nunca sei como começar explicando, então uso sempre ou o "Bem..." ou o "Então...", mas vamos lá. Eu fui para o meu atual quarto com 7 anos, hoje estou com 21 e ele ainda tem o mesmo tom rosa iogurte daquela época. 

Não melhorou muito com a chegada da minha irmã, ela foi dormir comigo, logo veio o berço, depois o beliche (é "o" ou "a" beliche? eu nunca sei e as pessoas falam cada coisa! mas deixa assim!), meu pai colocou uma big estante no meu quarto "porque não havia mais lugar no quarto para os meus livros filha" e desde então eu não consigo mexer em nada no meu quarto, acho que nos últimos 4 ou 5 anos tem sido assim, pequenas alterações, e eu sempre adorei mudar as coisas de lugar, então isso me causa um certo nervosismo!

Só que desde dezembro eu venho com essa ideia de fazer uma reforma gastando o mínimo do mínimo, até porque eu não ganho muito, tô sempre endividada (espero que isso mude em 2017 né, porquê já deu) e porque o segundo andar da casa ainda não está pronto e não tenho pra onde realocar meu quarto enquanto rola a reforma, o jeito vai ser improvisar! Portanto, pensando em mim e em vocês também, sai pesquisando métodos mais em conta pra uma reforma meio "tapa furo", espero que gostem dos itens e vou deixar imagens pra ilustrar!

1. Liste as metas e gastos

É importante, pelo menos pra começar! O que vai ter que ser feito primeiro? O que é prioridade, o que pode esperar e o que da pra reciclas?
No meu caso a prioridade seria trocar a janela, mas eu vou lixar e pintar a antiga mesmo e deixar ela como está. Fazer reparos e tapar furos nas paredes. Pintar e tirar o que não é necessário.
Dicas de pintura: 
Achei num dos blogs da Globo, mais especificamente da Ana Maria Braga (link), tem dicas de como fazer pinturas legais nas paredes. Eu vou aderir as listras e provavelmente alguns desenhos de lótus!



2. Organize o espaço 

Meu quarto é o famoso "pequeno e cheio de tralhas", eu já coloquei muita (muita mesmo) coisa fora, mas, ainda assim são muitos objetos para pouco espaço. Então, eu pesquisei e aparentemente a melhor saída são as coisas suspensas, existem camas feitas com uma porta antiga que é pendurada no teto, ou as prateleiras, caixas e trecos para por objetos. Caixas também são ótimas e achei os infalíveis caixotes, vi também opções com aquelas caixas de fruta ou pães de plastico que tem no mercado.













3. Reutilize sempre que possível

Eu sou grande adepta do "faça você mesmo", customizar, pintar, colar etc etc. Hoje cheguei em casa olhando o que tinha no terreno, no depósito e no resto da casa que poderia ser aproveitado, pintado, encapado ou algo do tipo. Outra dica é: Peça. Não é feio chegar na madeireira e pedir aquele paletes velhos ou umas caixas de frutas meio estragadinhas. Coisas que foram jogadas foras, como portas, janelas ou gavetas sempre podem ser reaproveitadas. 









4. Se desapegue das ideias clássicas

As vezes achamos muito estranho tudo isso e preferimos comprar um roupeiro de 2,000.00 numa loja que provavelmente não vai te dar garantia por um roupeiro que vai se desmanchar com a umidade porque é todo de compensado, aconteceu isso com a minha tia na casa dela, chapa, sem telhado cobrindo, muito úmido, inverno chuvoso, armário da cozinha foi pro brejo.
Coisas antigas normalmente tendem a ser mais resistentes e mais rústicas também, então pense bem. 
Vou deixar umas dicas de roupeiros e estantes legais, pretendo por umas araras no meu quarto ao lado de um roupeiro rústico antigo que vou ter que trocar o fundo por estar podre. 
















5. Solte a criatividade e decore!

Eu sou aquela pessoa com o sol em peixes, lua saindo de gêmeos, vênus e mercúrio em aquário e o marte em leão, algo me diz que eu sou bem criativa (juro, não estou me gabando, isso é ruim às vezes, porque eu quero fazer as coisas mas sem tempo e dinheiro não dá e eu fico frustrada), mas nem todo mundo tem tantas ideias ao mesmo tempo, por isso sai pesquisando algumas ideias, algumas eu já conhecia e outras não. Provavelmente vou fazer alguma luminária das que separei pra vocês darem uma olhada. 


Acho que são bolinhas de pingue pongue












Dúvidas? Chamem por comentários que eu posso tentar ajudar!

Resumindo
  • Crie
  • Gaste o mínimo
  • Se planeje
  • Esteja ciente do espaço e dos objetos que dispõe
  • Peça sempre aquele item que vai para o lixo e que você quer muito
  • Se desprenda
  • Saiba jogar fora o que não é mais necessário
  • Recicle
  • Reforme
  • E, por fim, seja feliz!
Espero que tenham gostado, pois eu já deveria estar dormindo para acordar cedo e ir trabalhar, mas pelo visto Muryel zumbi atacará novamente!

4 comentários:

  1. Adorei as dicas, vou me mudar agora em julho então já favoritei!
    www.rosastenue.com.br

    ResponderExcluir
  2. Meu quarto também é pequeno, e ainda por cima divido com minha mãe e com minha irmã!
    Eu amontoo as minhas coisas num armário minúsculo, e tento arrumar várias caixas para guardar trecos huahua
    Não tenho coragem de pedir caixotes de feiras, sou bem tímida huahua
    Também amo diy, e só não faço por motivos de tempo!

    bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, eu detesto ter que dividir o quarto, acho que é algo tão particular quanto uma calcinha, mas ok, boa sorte!!! HAhahaah

      Excluir

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.