Mil Desculpas + Poema



Amores, peço mil desculpas pela ausência durante está semana, muitas coisas estão rolando, mal tive tempo de continuar a escrever (mas prometo que hoje escrevo algo e lanço segunda a tarde, de manhã tenho aula ¬¬').

Vou por minha cachola para funcionar essa semana! Ah, avisar a todos *-* MEU PAI VAI ME DAR A SÉRIE DE LIVROS QUE EU PEDI DE ANIVERSÁRIO (embora só irei ganhar em maio ¬¬, dois meses depois da data especial). A série se chama "Os Imortais", li o primeiro livro e amei, embora tenha pego na biblioteca do colégio, esta é composta por seis livros.

Agora um poema para vocês...

A Bela e a Fera


Como a Bela e a Fera
Em um conto de fadas
Vendo a beleza enfeitiçada
E em dor transformada

Me lembro do dia em que te vi pela primeira vez
Assustados ficaram meus olhos ao ver sua face triste
E surpresa fiquei ao ver que de meus lábios as mais belas frases nasceram
Minha fera, tão quente, tão bela

Sei que não és assim, pois um feitiço cai em ti
Te amei minha fera, desde o momento em que meus olhos cruzaram os teus
Pois pude sentir neles sua dor
E saber que tu não eras assim

E que teus olhos negros
De amor eram feitos
Amada fera, sei que me guardas
E que de meus lábios espera um beijo
E de meu coração o sentimento, um desejo

Antes que a ultima pétala caia
Amado lhe amarei
E o feitiço quebrarei
Pois ficarei ao seu lado seja como for
Fera, feia ou bela

Amado a pétala cai e meu coração grita
Dizendo-lhe: - Eu Te Amo Tanto
Ouça-me, eu o amo, e quero o feitiço quebrar para ao seu lado poder ficar

Fera que tantos temem,
Mal sabem que de amor seu coração é feito
E que dele sou dona, fera amada, mandona
Não chores, veja, a pétala caiu, e o feitiço sumiu,
Abra os olhos e veja, que meu amor curou sua dor...

Um comentário:

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.