Resenha: O garoto dos meus sonhos - Lucy Keating


Primeiramente gostaria de dizer que esperava mais do livro. Acredito que a capa me enganou um pouco, até minha mãe concordou que a capa era linda e muito atrativa. Basicamente, fui enganada por uma capa bonita e um prefácio diluído em qualquer fantasia adolescente do garoto dos seus sonhos. 

Informações:


Ano: 2016
Páginas: 264
Editora: Globo Alt
Avaliação: ★★★Sinopse Skoob: Desde quando consegue se lembrar, Alice tem sonhado com Max. Juntos eles viajaram o mundo, passearam em elefantes cor-de-rosa, fizeram guerra de biscoitos no Metropolitan Museum of Art... e acabaram se apaixonando. Max é o garoto dos sonhos – e somente dos sonhos – até o dia em que Alice o vê, surpreendentemente, na vida real. Mas ele não faz ideia de quem ela é... Ou faz? Enquanto começam a se conhecer, Alice percebe que o Max dos Sonhos em nada se parece com o Max Real. Ele é complicado e teimoso, além de ter uma namorada e uma vida inteira da qual Alice não faz parte. Quando coisas fantásticas dos sonhos começam estranhamente a aparecer na vida real – como pavões gigantes que falam, folhas de outono cor-de-rosa incandescente, e constelações de estrelas coloridas –, Alice e Max precisam tomar a difícil decisão de fazer isso tudo parar. Mesmo que os sonhos sejam mais encantadores que a realidade, seria realmente bom viver neles para sempre?
Resenha

Desde que Alice pode se lembrar ela sonha com Max, só que ela acha que ele é fruto de sua imaginação, porém ao se mudar e entrar na nova escola acaba por perceber que o Max dos seus sonhos é totalmente real!

Entorno dessa trama de sonhos vão se desenvolvendo histórias paralelas,como a dela e do pai, a relação com a mãe que a deixou quando era pequena demais, e seus traumas. O livro fala basicamente de traumas de infância que não foram superado se a relação dela e do Max nos sonhos não passou de um objeto de transição, que é quando você precisa de algo ou alguém para lhe ajudar a superar aquele momento difícil, porém eles nunca superaram e se agarraram um ao outro nos seus sonhos para manter aquele pouquinho de sanidade dentro de si.

Achei bem vago como o tema sono e neurociências foi abordado, também de como eles saíram dessa: eles sonham, Max se afasta, e é isso. Eles acordam e estão parando de sonhar um com o outro.

Como todo livro voltado para o público adolescente os adultos são vagos, chatos e até bobos. Porque os adolescentes são muito espertos, o que me faz lembrar que eu não saía para ter altas aventuras na adolescência e nem desconfiava de diversas coisas. Mas, enfim, é um bom livro, cheio de meiguice e romance, isso não pode faltar, porém é tudo muito sutil. Você não vai encontrar grandes e ardentes beijos, tampouco cenas de sexo/primeira vez cheias de detalhes. Seria uma boa comparar com amanhecer, da saga crepúsculo. Lua de mel de bela e Edgard. Basicamente isso.

Porém, apesar de o assunto neurociências ser bem vago foi muito lindo ver um pouco do que ele estudo no meu trabalho na faculdade ser abordado em um livro de literatura. Neurociências e psicologia, minhas paixões acadêmicas!

Espero que não tenha sido uma resenha muito ruim e destruído a expectativa das pessoas sobre o livro, acho que vale a pena ler, é um livro leve, com paixões adolescentes é uma trama bem maluca e inesperada, entretanto não é um livro tão profundo, apenas isso.

Enfim, espero que tenham gostado, leiam sempre que possível e mesmo que seja impossível. Até logo!

4 comentários:

  1. Parece ser aquele tipo de livro leve para ler após uma leitura pesada huahua, eu gosto de livros assim.
    A capa é realmente muito linda *-*

    Saudades de vir aqui!

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Venha mais, BEDA tá chegando e eu vou acompanhar!!!! Sim, ele é, mas eu esperava mais, realmente.

      Excluir
  2. Eu quero muito ler esse livro. Não tô morrendo pra ler, mas me interessa pra ser aquele livro entre leituras mais profundas, sabe? A capa sendo bonita ajuda também. Vi tanta gente falando suuuper bem, mas acho que sua opinião se aproxima mais da que possivelmente terei, mas conto depois o que achei.

    Pale September

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah eu super toquei o terror nas pessoas com essa resenha! Mas, realmente espero que tu goste!!! Depois deixa um comentário aqui sobre o que tu achou!

      Excluir

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.