Pequeno desastre

O que posso dizer
De mim mesma?
Sou feita das minhas escolhas
Das colheres de chá que dei
Das noites que abdiquei
Sou feita de devaneios
Das nuvens tempestas 
Das lágrimas furtivas
E dos gritos de raiva
Mas, sou calma
Como o mar de ressaca
Como o vento antes da tempestade
Acho que sou esse tal de tsunami
Invadindo a alma alheia com minhas loucuras
Sou feito flor na alge do inverno
Fora de época, 
Prestes a morrer de frio
Sou o doce que vai ser comido pelo felino do vizinho
Sou os olhos fechados diante do sol quente
Sou o sal do mar
O cabelo sem cor
Sou as manchas no rosto causadas pela idade
Eu sou
Cada
Pequeno
Desastre 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.