O que aprendemos com o curso de pedagogia?

Primeiramente gostaria de alertar que o post abaixo pode conter brincadeiras bobas relacionadas ao curso em questão, não levem a sério, levem na boa, tentem rir!!
Nas primeiras aulas de Psicossociologia do Desenvolvimento Humano a professora disse: Iremos falar muito de xixi e coco, isso é muito importante gente! A criança pequena que não está bem por algum motivo, tende ou a trancar ou a não conseguir se segurar!
E é bem isso, na pedagogia falamos muito de xixi e coco, baba, vômito, como a criança come, como dorme, como respira, espirra etc. 

Estudamos as estruturas psicológicas, biológicas, emocionais e sociais da criança. De como ela aprende, de como ela sente, se expressa e as causas de muitos traumas. Estudamos neurologia, como alfabetizar, como ensinar a criança a correr e pular corda (Princípios e Propostas Metodológicas de Educação Física e Recreação). Como aplicar todas as disciplinas possíveis, já que seremos as chamadas Uni docentes

Aprendemos a usar o computador (Tecnologia da Informação e Comunicação): PowerPoint, blog, programas de esquemas que eu não lembro o nome, Movie Maker e webquest (a minha está aqui). Aprendemos legislação sobre a educação básica e os direitos humanos. Teorias da educação, muita coisa sobre psicologia, as vezes eu acho que estamos fazendo psicologia por tabelinha, porque né, só estudamos isso (mentira, eu gosto muito sabe). História da educação, com aquelas professoras tão velhas e chatas quanto os livros que ela indica (também gosto dela, mas ela é chata mesmo). As vezes eu percebo que estou "falando mal dos professores" e que um dia eu terei meu troco, mas na verdade todo professor é meio chato! 

Bem, tem diversas outras disciplinas, como Educação especial e processos inclusivos, didática, estudos étnicos raciais, as fases da infância, matemática (de cortar os pulsos), as disciplinas de estágio etc. 

Eu digo que a pedagogia te ensina a lidar com pessoas, de qualquer idade. Tem métodos que funcionam com todos, desde a criança ao velhinho. Eu lidei com a minha tia avó idosa, doente e fora da casinha enquanto ela estava no internada no hospital antes de falecer, e não tinha diferença de uma criança, só que ela me mandava a merda

Atualmente eu não estou trabalhando com crianças, mas em uma bolsa de pesquisa e o que eu mais sinto falta é de trocar fraldas, siiiiim, fraldas! É o melhor momento pra conhecer uma criança, porque está só tu e ela ali! Na troca tu percebe se a criança é mais tímida, retraída por algo, ou se ela é agitada (dai ela não vai parar nem pra troca), se ela é respondona, se ela é querida e amigável etc. Tu cria o vínculo alí! Além de quando tu senta ou deita com eles no chão e brinca verdadeiramente com eles. Tem dias que é bem cansativo, que tu não está bem e tal. Lógico que eu falei mais da Educação Infantil, mas lembrando que a pedagogia te habilita a dar aulas para o ensino fundamental (séries iniciais - até o 5° ano) e no EJA. 

Enfim, eu amo a Pedagogia apesar que de início eu queria fazer Psicologia, mas nada que uma pós não resolva. Adoro esses pequenos momentos com as crianças e das disciplinas ligadas a psicologia e neurologia. E é isso!

5 comentários:

  1. Nossa, parece muito interessante! Sempre gostei de psicologia e ciencias sociais, acho que seu curso mescal um pouco dessas coisas também, né? Só não tenhoo tanta paciência de traballhar com crianças e adolescentes, haha! No voluntariado que fiz na Inglaterra acabei dando graças a deus de cair com alunos mais velhos (embora eles se comportassem como crianças), mas tinha muito dessa coisa de prestar atenção em sinais pra entender como cada aluno estava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pessoas são seres difíceis de se lidar, criança, adolescente ou velhos. Não tem muita diferença, apenas doses maiores ou menores de teiosia!

      Excluir
  2. Pedagogia é só amor ♥ Não deu pra continuar porque né, Mia professora, onde já se viu essa loucura, mas continua no meu inexistente coração.

    TEM TAG PRA TU RESPONDER, HEIN: http://miasodre.blogspot.com.br/2016/08/tag-o-poderoso-chefao.html

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não te imagino sendo uma professorinha típica! G z u i z, que medo. Verei!

      Excluir

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.