Guerreiro do Inferno


E certo dia eu o vi em minha cama
Forte e alto, com a pele morena e quente
Minha respiração parou com seu olhar
Que despia todas as minhas barreiras

Ele era minha perdição e eu sua salvação
Eu me apaixonei por um guerreiro do inferno
Perdi-me em seus abraços
Afoguei-me em seus lábios

Muitos me julgaram uma bruxa
Muitos quiseram me queimar
Mas o que eu podia fazer, senão aceitar ele me amar?!
E como me amava aquele homem com olhos tristes

Eu era tão pequena em seus braços
E seu coração parecia querer-me dentro dele
Ele tinha seus pecados para pagar
E eu o aceitei ao meu lado

Eu me apaixonei por um guerreiro do inferno
E ele me deu sua vida, um lar e um amor maior que o mundo
Minhas noites nunca mais foram solitárias
E meu coração estava cheio de amor

Então não me tirem isso, eu supliquei
Mas o sacerdote era cruel, ele não entendia
Meu guerreiro só buscava o perdão
O meu perdão talvez, meu amor em troca

E então ele se foi, com medo de me perder
Ele era minha perdição e eu sua salvação
E todas as noites eu o esperava
E todas as noites em meus sonhos ele estava



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.