Lágrimas de Sangue


Há uma história que eu quero contar
Foi há muitos anos atrás
Quando as guerras reinavam sobre a terra
E tudo era resolvido pela espada
Sua honra era decidida
Enquanto o sangue jorrava

Essa é a história de uma bela mulher
Com longos cabelos negros (os mais belos)
Sua família na guerra, seu amado em seus braços
E o pequeno irmão aos seus cuidados
Mas um dia tudo acabou
Seu amado sumiu e seu irmão morreu

E então ela chorou lágrimas de sangue
E o fogo queimou seu coração
Ela não precisava de seus cabelos
Então o cortou, algo nela também morreu
Seu destino era a guerra
Era lutar com seu pai e o outro irmão

Ela cavalgou noite e dia
Seu coração despedaçado ardia
E em uma manhã qualquer ela reencontrou
O que sobrou de sua família
Eles choraram, mas ela queria justiça
Contra o exercito negro aquela mulher lutou
Não havia nada a perder, ela disse

E o dia de ter sua honra de volta chegou
Em meio a uma luta seu amado ela encontrou
Ele fazia parte das trevas
O homem que matou seu irmão
O homem que despedaçou seu coração
Morte ao miserável! Seu peito gritou

O sangue banhava seu rosto
Mas ela não desistiria até arrancar seu coração
O coração daquele que feriu sua alma
Um raio de sol no céu iluminou seu caminho
E um coração morreu naquele dia
E lagrimas de seus olhos brotaram

Me acorde quando tudo acabar
Ela pedia em seu coração
Mas sua armadura era mais forte que isso
Adeus meu amado
Você não está mais em meu coração
Tudo havia acabado, a guerra chegou ao fim

Em um tempo onde a honra era tomada pela espada
Onde a vingança inundava os corações
Ela só queria justiça
Só queria sua vida de volta
Mas ela se tornou tão solitária
Que seu fantasma ainda vaga pelo mundo
Encorajando aqueles que buscam justiça


12 comentários:

  1. Esse aqui ficou legal! Vc manda bem, já falei isso. Conseguiria fazer um livro fácil!... Bom, pode ser que em virtude do "tema" não tenha muita demanda... Sei lá.
    Vou dar uma "olhada" nas editoras aqui, se alguma, algum dia, estiver abrindo vaga para novos autores eu te falo, de resto não sei nada, principalmente pelo fato de estarmos 4 estados de distância shuahsuahsua Porém, acredito q no mundo globalizado não tenha esses problemas de distância. Mas ai seria vc aceitar ou não, isso já é com vc.
    Vc pode tentar tb uma editora q não é a comercial e q eu esqueci o nome suahsuhas
    Mas aí vc paga, enquanto na comercial vc não paga.
    Dá uma olhada aqui: http://tudoparaoescritor.blogspot.com.br/2011/01/registro-dos-seus-livros-na-biblioteca.html
    Um primo meu registrou um livro de hermenêutica esses dias, tá feliz da vida, mas pagou um pouco caro por ele. Pensa bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que tudo na vida tem seu tempo, cada coisa só tem sentido se for feita naturalmente e no tempo certo.
      O lance do livro, bom vou levando, um dia, acredito eu, um autor lê essas porcarias que eu escrevo e gosta e me da um empurrãozinho, não concorda?
      Enfim, tenho muitas outras coisas onde gastar meu dinheiro, me contendo por enquanto com os comentários de pessoas queridas que nem você! :)
      Obrigada mais uma vez pelas dicas!

      Excluir
  2. "Enfim, tenho muitas outras coisas onde gastar meu dinheiro" hsuahsuahsua pura ostentação!
    Não são porcarias!
    Essas qstões de tempo são subjetivas, logo, só vc poderá saber qndo é o tempo certo. De qlq maneira, se algum dia eu souber de algo vou lembrar de vc.
    Valeu pelo querido!
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem me dera! Filho, tenho que mandar fazer um óculos novo, não enchergo poha nenhuma na frende do pc, e eu trabalho na frente de um, tenho dores de cabeça horríveis, enxaqueca, fotofobia... Mais meu pc de mesa (um bom pra edição gráfica de "2.680,00"), meu curso de web design, fora a internet que meu pai não deixou eu por até eu passar o contrato dos três meses. Só nessa brincadeira vai uns 3.500,00.
      Entende agora? Não sou do tipo que pede as coisas pros pais, minhas roupas, objetos, contas sou eu que pago, fora as contas da casa, apesar de morar com meus velhos. Eles não são moleza :) Mas eu amo eles.

      Excluir
  3. auhauahauhau era brincadeira Mury, ok!?
    Aparentemente vc é mais nova do que eu. Te garanto, já já melhora.

    ResponderExcluir
  4. Responde muitas coisas. E realmente, vc é mt mais nova que eu.
    "já já' é relativo.
    Valeu Mury!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkk desculpa ae ancião!

      Excluir
    2. Lê http://murysdiary.blogspot.com.br/2013/11/mais-citacoes-no-onibus.html

      Excluir
  5. kkkkkkkkk Mury, em Março faço 25. Não sou tão velho, embora 7 anos seja uma boa diferença!

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha lido. Ficou bom. Vc manda bem, já falei isso. Hahaha, o cara tem sorte!
    Não estou te cantando! Como essência, vc parece ser uma pessoa boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkk ook. Não, tudo bem. Obrigada pelo elogio.
      Mas, sou eu que tenho sorte em ter ele.

      Excluir

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.