Ligação


Noites frias em pleno verão
A cada dia que passa
Eu parto mais o que restou de meu coração
Qual é o sentido de tudo isso?
Amor, porque você não atende ao telefone?
Eu já estou cansada de ligar
Já estou cansada de amar a mesma pessoa

Amor, você me odeia tanto assim?
Porque não atende ao telefone?
Nas noites frias e solitárias
Eu fico olhando as estrelas
E esperando por uma resposta sua
Mas ela não chega

AH, isso é tão triste
Não me torture amor
Qual é o sentido de tudo isso?
O meu modo de amar
É mais intenso do que o das outras pessoas
Então amor, pare de me evitar
Você sabe que eu posso arrancar seu coração

O ser humano é um bicho estranho
Ele mata por prazer
Ele diz coisas sem sentir
Você me odeia tanto assim amor?
Então, porque não atende ao telefone?
Seu coração mentiroso está cheio de teias
Da sua boca, só saem doces mentiras
E a cada dia que passa
Eu parto o que restou do meu coração

Vá embora e não volte nunca mais
Não me ligue, nem chame meu nome
Não me faça juras, você as descumpre
Muito antes de prometê-las
Noites firas de verão
Eu quero que o vento sopre
E congele meu coração

Agora me diga, amor
Qual o sentido de tudo isso?
Não diga que me ama!
Não me torture, por favor
Apenas atenda ao telefone
E diga que não me ama
Atenda, atenda ao telefone
E me diga adeus... apenas adeus

2 comentários:

  1. É de autoria própria? Muito lindo, fico imaginando qual é a inspiração para isso tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim é. Obrigada :)
      A inspiração tem nome "experiência própria".

      Excluir

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.