Relógio Maldito



Os ponteiros do relógio andam sem parar
O tempo não volta
Não poderei te salvar

Eu conto as horas, conto os dias
Te vejo envelhecer e eu assim permanecer
Não sei por que você me fez assim
Somente ficarei aqui e te verei partir

Isso não é justo conosco
Nunca mais poderei ver seu sorriso
Pois, os ponteiros do relógio não param?
Por que você me fez assim?

Para sempre a mesma boneca perfeita
E você, esvaindo-se
Não irei suportar lhe perder para o tempo
Não poderei te salvar, perdoe-me

Sempre lhe guardarei na memória
Seus belos dias em minha mente artificial
O tempo não irá lhe poupar
Os ponteiros do relógio andam sem parar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.