Mulheres, um doce veneno que embriaga qualquer um...


Há coisas sobre as mulheres que os homens desconhecem. Coisas que até mesmo elas não sabem. Quando Deus fez a mulher ele escolheu muito bem os ingredientes, misturou doçura, criatividade, astucia, delicadeza, uma doze de preocupação, paciência, umas boas pitadas de pimenta, malicia e umas gotas de um frasquinho, que no rótulo dizia “use apenas uma gota, perigoso, pois, se usado em excesso, causará problemas”, nesse frasquinho continha a sedução!
Deus fez a mulher de um jeito próprio, ela é temperamental, tem fazes como a lua, uma hora é doce, outra é chorona, se passa mais uma e vira uma fera indomável (se é que me entendem). Mulheres são complicadas, tem um coração grande, mas, muitas vezes o escondem com medo de que roubem o de si. São fortes, agüentam muitas dores e mesmo assim, quando algumas lágrimas fogem, são chamadas de sexo frágil! 

Ora essa! Sexo frágil, nós? HAHAHAHA, conta outra, somos mais fortes do que imaginam, somos espertas, até um pouco ninjas, espiãs. Os homens dizem que somos falsas, pois, fingimos o orgasmo, mas, meu querido, você acha que se um cara bruto, sem um pingo de delicadeza viesse te enfiar uma coisa grande e grossa, acha que o prazer ia para onde? Hm? Pense nisso!

Alguns dizem que lemos mentes, mas, simplesmente temos uma boa intuição, já que papai do céu colocou tanta coisa boa na gente, nos deixando sensíveis (veja bem, sensíveis, não frágeis u.u), que só poderíamos sentir quando algo está errado, ou quando aquele cara gostosinho não para de te olhar como se dissesse “vem cá”.

Não querendo ser feminista, mas já sendo, detesto quando aqueles caras idiotas ficam contando piadinha de mulher, MEU DEUS, “queridoo tua mãe é mulher, então quer dizer que, ela é o mesmo lixo que nem nas tuas piadas sem graça?“. Esses caras realmente não entendem que muitas mulheres dão a vida por um amor, que carregam por NOVE MESES uma criança no ventre, que ficam GORDAS, DEFORMADAS, mas com orgulho, pois, é o filho do seu amor.

Realmente Deus, obrigada por ter feito as mulheres tão meninas, tão mães, tão doces e tão quentes. E mais uma vez, agradeço por sermos tão difíceis de entender, pois assim, eles nunca perceberam quando estamos mal ou preocupadas, ser mulher é muitas vezes, maquiar os sentimentos pelo bem de outro alguém, é compreender sem ser compreendida é amar sem medida!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.